C.R.A.S de São João Nepomuceno orienta sobre Auxílio Emergencial

Por Nilson Magno Baptista

 

O Centro de Referência em Assistência Social de São João Nepomuceno, como um dos setores pertencentes à Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social, sob a responsabilidade da Sra. Maria Bernadete Alexandre Pinto Menezes, tem prestado relevantes serviços à comunidade são-joanense, contribuindo com a orientação sobre o recebimento do Auxílio Emergencial do Governo Federal, criado especialmente para socorro às pessoas incluídas pela atual legislação como detentoras desse direito social, em virtude da crise financeira e econômica ocasionada pelo flagelo da pandemia do COVID 19, o novo coronavírus.

O pagamento de grande parte das pessoas com direito ao benefício está sendo realizado por meio da Caixa Econômica Federal. Os beneficiários que possuem conta no Banco do Brasil podem receber também nessa instituição Porém , devido ao ineditismo da situação, muitas dúvidas tem sido geradas em meio à população, que vem acorrendo à agência local desse banco, com a formação de grandes filas. Ocorre que, devido ao número reduzido de funcionários,prejudicando a agilidade no atendimento, as pessoas tem saído da Caixa Econômica,por exemplo, e comparecido ao CRAS em busca de informações, já que nesse setor é que são elaborados os cadastros de inclusão no denominado CadÚnico, sistema no qual os beneficiários precisam estar incluídos em nível Federal.

Devido, ainda, ao fato de o atendimento presencial realizado no CRAS estar sendo feito de forma restrita por motivo dos cuidados necessários de proteção ao contágio pelo coronavírus, existe a questão da exiguidade de espaço para acolhimento adequado aos usuários. Porém a equipe de funcionários tem se esforçado ao extremo para proporcionar um atendimento humanizado. O prefeito municipal encaminhou à Direção da Caixa Econômica Federal um ofício, assinado conjuntamente com a Secretária de Assistência Social, solicitando ao Banco uma autorização para que o CRAS pudesse ter acesso ao seu sistema informatizado, a fim de agilizar a conferência dos dados dos beneficiários cadastrados, o que poderia trazer maior agilidade na solução de várias situações. No entanto o prefeito Ernandes José da Silva, até o momento, não obteve resposta por parte da Caixa Econômica Federal.

Em conversa telefônica que tivemos com a Sra. Bernadete a mesma nos informou que as dificuldades têm sido equacionadas e todo o possível vem sendo feito em favor do bom atendimento à população. Durante nossa conversa a Secretária enfatizou a importância da regularidade do C.P.F, documento fundamental para o sucesso da operação de recebimento do benefício. Infelizmente, no entanto, muitas situações fogem à alçada municipal e há necessidade de paciência por parte das pessoas, sendo ainda aconselhado que os pedidos sejam preenchidos de maneira correta, a fim de evitar contratempos e atrasos na concessão do benefício.

Outra informação importante é que novos cadastros junto ao C.R.A.S estão suspensos pelo prazo de 120 dias, ou seja, só poderão ser atendidas as pessoas já incluídas anteriormente, tendo as demais que esperar pela liberação. Aqueles que tiverem pedidos anteriores feitos e não aprovados por motivo de alguma incorreção terão oportunidade de RECURSO.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.