Estrada São João-Bicas, mais de meio século de história

Por Nilson Magno Baptista

Quem conheceu a São João-Bicas antes de seu asfaltamento e teve que utilizá-la no passado sabe muito bem da importância dessa obra. O trecho São João – Bicas da atual rodovia MG-126 teve sua obra de retificação e asfaltamento inaugurada em 7 de novembro de 1970, quando aqui esteve o então governador Israel Pinheiro Silva, recebido com todas as honras. O prefeito, na época, era o sr.Mauro Elpídio Nogueira, tendo como vice o sr. Nilo Rocha. O presidente da Câmara era o Sr. Gabriel Ribeiro Nascimento de Oliveira, pai do hoje atuante vereador Nei Medina de Oliveira, eleito em 2016.

Em primeiro plano: governador Israel Pinheiro; Gabriel Ribeiro Nascimento de Oliveira (presidente da Câmara) e Nilo Rocha (vice-prefeito)

Neste grupo de cavalheiros que foi prestigiar a inauguração estavam incluídos o prefeito Mauro Nogueira, o presidente da Câmara , Gabriel Nascimento, Joaquim Medina, Nilo Rocha (vice-prefeito), senhores Arnaldo Furtado e Jader Furtado (pai e filho), Sr. Nelson Henriques (pai da Lúcia Cavalheiro) e Sr.Tonico Vieira, os demais não nos foi possível identificar.
Da esquerda para a direita: Tereza Patrício, Verônica Alves, Terezinha Isbele, Lise Pinguelli, Dyrce Campos, Julita Leite, Gov. Magalhães Pinto, Neusa Rocha (Bonita), Dirce Velasco, Eliane Alvarenga e Maria Carmen Rocha (foto cedida pela ex-vereadora Dyrce Campos Rodrigues)

Antes da inauguração, porém, muitos fatos ocorreram , como, por exemplo, a luta de um grupo de mulheres  que integrava o movimento Pró-Estrada São João- Bicas, que se reuniram em Belo Horizonte com o então governador José de Magalhães Pinto – antecessor de Israel Pinheiro – a fim de pleitear a obra. Meses depois, chegou ao conhecimento desse grupo de senhoras que as máquinas seriam retiradas e a obra paralisada; então elas se dirigiram ao local onde as máquinas estavam estacionadas, postaram-se em frente a elas e, diante disso, as mesmas tiveram que permanecer, sendo que a obra teve continuidade, por ordem do governador, sensibilizado com a atitude das valentes senhoras de São João Nepomuceno. A todas elas o nosso reconhecimento  e a nossa gratidão.

Deixamos aqui nossa homenagem também a todos aqueles que, durante os tempos difíceis da estrada de terra, transportaram os são-joanenses que precisavam chegar a Juiz de Fora, cidade pólo da região, em tempos em que realizar essa viagem , principalmente em períodos chuvosos, se constituía em um ato de coragem e destemor, que o digam os familiares dos proprietários de empresas de ônibus e transporte de mercadorias  e “carros de praça”daquela época.

QUEM FOI ISRAEL PINHEIRO

Israel Pinheiro da Silva (governou de 31/01/1966 a 15/03/1971)

Natural de Caeté (MG), nasceu em 4 de janeiro de 1896 e faleceu em 6 de junho de 1973. Filho de João Pinheiro da Silva e Helena de Barros Pinheiro
Formação: graduado em Engenharia de Minas e Metalurgia, Escola de Minas de Ouro Preto

 

 

 

 

 

One thought on “Estrada São João-Bicas, mais de meio século de história

  • dezembro 16, 2019 em 3:01 pm
    Permalink

    A mulheres que impediram as retiradas das máquinas, expoentes decisivos na construção da pavimentação da estrada, porque ficaram anônimas??? São estas mencionadas na foto? A matéria é histórica, mas as autoridades estão em fotos e na placa, o grupo corajoso que garantiu que a obra terminasse, não tem nome.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.