Novos ares na política de São João Nepomuceno

Por Nilson Magno Baptista

Passadas as eleições, o que interessa agora, acima de tudo, é que nosso município precisa continuar se desenvolvendo e os munícipes necessitam atendimento a seus anseios e necessidades, independente de cores partidárias. É o COLETIVO sobrepondo-se ao INDIVIDUAL, como deveria ser sempre.

Como é de praxe, porém, os opositores nunca deixarão de existir numa democracia como a nossa e estarão constantemente de plantão. Isso é salutar e necessário em qualquer sociedade democrática moderna, mas é preciso respeitar os limites legais.

Além do Poder Executivo, representado pelo prefeito, vice-prefeito e secretários municipais, temos o Poder Legislativo, representado pelos vereadores, sob o comando de uma Mesa Diretora (Presidente, Vice-Presidente e Secretário). O atual prefeito, Ernandes José da Silva foi reeleito , dessa vez tendo como seu vice o vereador Antônio José da Costa (Toni Calegaro). Já na Câmara Municipal a grande novidade foi a eleição de três representantes mulheres numa mesma legislatura: Eluza Salvador Côrtes (Eluza Enfermeira), do Patriotas; Ana Paula da Silva Ferreira (Paulinha da Mamografia), do MDB, e Fabiana Ferreira de Andrade (Fabiana  do Centenário), do Republicanos – fato inédito na nossa história – sendo que há uma expectativa de que Eluza Salvador venha a assumir em janeiro de 2021 a presidência da Casa Legislativa, a julgar pelo expressivo resultado de 915 votos a ela concedidos. Entre os homens, três se reelegeram: Francisco Augusto Baptista de Oliveira Carillo (Patriotas), Írio Henriques Furtado Filho (PSB) e José Maria de Almeida (PTB); um , Sebastião Carlos Barbosa (PSL), voltará à Câmara depois de ocupar o cargo de vice-prefeito no mandato 2017/2020, e dois se elegeram pela primeira vez: Leonardo de Oliveira Dutra (Léo da Mercearia), do PSB, e Herculano Badoco (Purunga), do PSC.

No nosso entendimento, porém, o fato destoante foi o vereador Nei Medina de Oliveira não ter sido reeleito, pois acompanhamos seu trabalho desde 2017 e o consideramos, sem desmerecimento a seus colegas, um dos vereadores mais atuantes dos últimos tempos e que, inclusive, abriu mão de seu emprego a fim de dedicar-se exclusivamente ao cargo público. Além disso, Nei Medina atuou com grande competência na área pública como Diretor da Policlínica, realizando um excelente trabalho no sentido de humanização do atendimento aos usuários do S.U.S. Mas acreditamos que esse respeitável cidadão possa ter suas qualidades reconhecidas pela administração pública, especialmente no momento da formação da equipe de governo para o mandato 2021/2024.

Nei Medina e o resgate da memória esportiva de São João Nepomuceno

Nos últimos cinco anos o cidadão Nei Medina de Oliveira editou o jornal informativo mensal denominado “No giro da bola”, cuja finalidade era resgatar a história de jogadores são-joanenses profissionais e amadores, relatando suas trajetórias e não deixando que elas se perdessem no tempo. Esse informativo, inclusive, se transformou depois em um livro com o título “São João Nepomuceno, um cantinho de Minas e seus talentos esportivos”, descrevendo as façanhas desses personagens e, entre a história de um e outro, relatando fatos ocorridos em épocas passadas, começando pela década de 1920. Entre os fatos relatados no livro estão, por exemplo, a fundação da Usina Açucareira em Roça Grande; a inauguração da Cooperativa Agropecuária; a instalação da agência dos Correios; a inauguração da agência do Banco do Brasil; a fundação do Lar Ambrosina de Matos; a construção do Hotel Central, entre vários outros. Também é de sua autoria o livro que relata a vitoriosa trajetória da carreira de jogador profissional Adil (Adil Pimenta de Souza Júnior) com o título “Adil, craque na bola e craque na vida”. Esses livros ainda estão aguardando a edição e posterior comercialização. Vale a pena esperar.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.